Homem é morto em casa durante assalto

Mohamed Nazen Termus levou tiros no abdome, na perna e nas costas; assaltante foi preso em flagrante escondido em prédio

Jamylle Mol, O Estado de S. Paulo

17 de outubro de 2015 | 19h34

SÃO PAULO - O desempregado Marco Antônio de Jesus Sídio, de 27 anos, foi preso em flagrante após assaltar e matar Mohamed Nazen Termus em sua própria casa, na tarde desta sexta-feira, 16, na Sé, região central de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os policiais encontraram a vítima baleada no saguão do prédio, enquanto o acusado se escondia no primeiro andar. 

Segundo a pasta, os policiais foram chamados e, quando chegaram ao local, Termus estava ferido e caído no chão, ao lado do seu pai, um comerciante de 50 anos. A vítima levou tiros no abdome, na perna e nas costas e foi levada ao pronto socorro, mas não sobreviveu. Durante a busca, os agentes encontraram o ladrão escondido atrás de uma parede, no andar de cima e armado com uma pistola 9 mm. O desempregado confessou que foi ao prédio com a intenção de assaltar a vítima e foi preso e encaminhado à delegacia. 

As câmeras de segurança do prédio e a carteira que estava no bolso da vítima foram apreendidas para investigação. O delegado responsável também solicitou perícia do local. O caso foi registrado no 2º DP (Bom Retiro) como latrocínio (assalto seguido de morte), posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa. 

Tudo o que sabemos sobre:
ViolênciaSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.