Homem é encontrado morto dentro do carro no Butantã

Vítima foi encontrada no banco traseiro de veículo com as mãos amarradas, mas polícia ainda não sabe a causa do óbito

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

11 de fevereiro de 2011 | 06h01

SÃO PAULO - O proprietário de um Renault Logan prata, foi encontrado morto, por volta das 2 horas desta sexta-feira, 11, no banco traseiro de seu veículo, na altura do nº 105 da Rua Ludovico Ariosto, próximo à Rodovia Raposo Tavares, região do Butantã, zona oeste da capital.

 

A vítima, identificada como Norimoto Megaki, foi reconhecida pela ex-mulher, que esteve no local após ser contactada pela polícia. Uma pessoa que ligou ao 190, da Polícia Militar, informou que três homens teriam deixado o carro e fugido a pé. Não se sabe ainda como o oriental foi morto.

 

Aparentemente, segundo as primeiras informações, a vítima estaria com as mãos amarradas e teria sido morta em outro local. O caso será registrado pelo delegado Roberto dos Santos Morais no 51º Distrito Policial, do Butantã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.