Homem é encontrado morto dentro do carro no Butantã

Vítima foi encontrada no banco traseiro de veículo com as mãos amarradas, mas polícia ainda não sabe a causa do óbito

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

11 Fevereiro 2011 | 06h01

SÃO PAULO - O proprietário de um Renault Logan prata, foi encontrado morto, por volta das 2 horas desta sexta-feira, 11, no banco traseiro de seu veículo, na altura do nº 105 da Rua Ludovico Ariosto, próximo à Rodovia Raposo Tavares, região do Butantã, zona oeste da capital.

 

A vítima, identificada como Norimoto Megaki, foi reconhecida pela ex-mulher, que esteve no local após ser contactada pela polícia. Uma pessoa que ligou ao 190, da Polícia Militar, informou que três homens teriam deixado o carro e fugido a pé. Não se sabe ainda como o oriental foi morto.

 

Aparentemente, segundo as primeiras informações, a vítima estaria com as mãos amarradas e teria sido morta em outro local. O caso será registrado pelo delegado Roberto dos Santos Morais no 51º Distrito Policial, do Butantã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.