Homem de 61 anos é acusado de violentar gêmeas de 11 anos

Ele foi preso após pais desconfiar da gravidez de uma das meninas; caso corre em segredo de Justiça em Santos

Rejane Lima, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2009 | 16h18

Um carpinteiro de 61 anos é acusado de pedofilia. Ele teria abusado sexualmente de duas irmãs gêmeas, de 11 anos, que são suas vizinhas na favela do Caranguejo, no Guarujá, na Baixada Santista. Uma das meninas pode estar grávida de quatro meses.

 

Veja também:

linkVotação sobre castração química é adiada no Senado

especialSaiba como proteger as crianças dos perigos na web

 

Valdomiro Umbelino de Souza foi preso na noite de segunda-feira, após apurações preliminares do setor de investigação da Delegacia de Defesa da Mulher do Guarujá e do mandado de prisão temporária expedido pela Justiça.

 

Horas antes da prisão, o carpinteiro havia sido acusado pelo pai das vítimas, que compareceu à delegacia com uma das gêmeas para fazer a denúncia. Ao constatar que a menstruação da menina estava atrasada há quatro meses, a família a questionou a respeito e a jovem contou que ela e a irmã vinham sendo abusadas pelo vizinho há dois anos, e em troca, recebiam dinheiro.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, a menina se mostrou muito retraída durante o depoimento. Ela afirmou que a última relação que teve com o vizinho foi em agosto, que o homem dizia que era operado e que eles não utilizavam preservativos.

 

Souza foi recolhido a Cadeia Pública anexa ao 1.º Distrito Policial do Guarujá, onde permanecerá à disposição da Justiça. Na terça-feira à noite, a Justiça decretou que o inquérito correrá em segredo e por isso os policiais não se manifestaram sobre o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.