Departamento Estadual de Investigações Criminais
Departamento Estadual de Investigações Criminais

Homem com oração 'para ficar invisível' é preso após assaltar joalheria em SP

Suspeito carregava prece escrita à mão para Santo Antônio; durante tentativa de fuga, houve luta corporal e troca de tiros com policiais

Paulo Roberto Netto, O Estado de S.Paulo

15 Junho 2018 | 14h27

SÃO PAULO - Um homem foi preso em flagrante na noite dessa quinta-feira, 14, após assaltar uma joalheria na zona norte de São Paulo. Houve troca de tiros no local e o suspeito foi baleado na perna. Na carteira do detido havia uma oração a Santo Antônio "para ficar invisível".

+ Cobrador de ônibus esfaqueia e mata passageira na zona norte de SP

Segundo o Departamento Estadual de Investigações Criminais, o suspeito era investigado pela 2ª Delegacia de Patrimônio, que detectou o plano de invadir uma joalheria no Tietê Plaza Shopping, na zona norte da capital paulista. Os policiais foram ao local à paisana e abordaram o suspeito de 26 anos após o assalto, quando ele tentou escapar pela saída de emergência.

+ Restaurantes têm série de arrastões na zona oeste de São Paulo

Durante a fuga pelas escadarias, o homem entrou em luta corporal e disparou contra os policiais utilizando uma pistola calibre .45. Houve troca de tiros e o suspeito foi atingido na perna. Ele foi encaminhado para o Hospital de Taipas, também na zona norte.

+ PM é morto em tentativa de assalto em Diadema

Com o suspeito, a polícia apreendeu os produtos roubados da joalheria, avaliados em R$ 450 mil, e um celular com fotos dos parentes dos funcionários da loja. Segundo o Deic, as imagens foram utilizadas para ameaçar as vítimas e obrigá-las a colaborar durante o roubo. Dentro da carteira do suspeito foi encontrada uma oração escrita à mão para Santo Antônio deixá-lo invisível.

A polícia investiga se comparsas participaram do roubo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.