Homem-Aranha quer autorização para escalar o Edifício Itália

Ele foi detido na noite de domingo, depois do porteiro do edifício identificá-lo e chamar a polícia

Laura Diniz, O Estado de S. Paulo

25 de fevereiro de 2008 | 17h10

Depois da tentativa frustrada de descer, pelo lado de fora, os mais de 40 andares do Edifício Itália, em São Paulo, o francês Alain Robert, de 45 anos, conhecido como Homem-Aranha, afirmou que agora espera uma autorização oficial da administração do prédio para fazer a escalada. "Sem essa aprovação, acho que é quase impossível", disse nesta segunda-feira.  Leia a íntegra da entrevista exclusiva na edição desta terça-feira de 'O Estado de S. Paulo'. Veja a galeria de fotos   Ele foi preso quando tentava escalar o edifício, localizado na região central da capital paulista. A informação foi confirmada pela Polícia Militar. Ele estava prestes a encerrar a escalada, quando acabou sendo reconhecido por um porteiro e detido por seguranças.   O francês Alan Robert tem em seu currículo a escalada de uma série de edifícios famosos do mundo inteiro, entre eles a Torre Agbar, em Barcelona. Não é de hoje que a audácia do francês causa polêmica. Ele já foi preso diversas vezes por escalar mais de 70 das estruturas mais altas do mundo, inclusive a Torre Eiffel, a ponte de Sydney Harbour e o Empire State Building - tudo com as próprias mãos e sem o uso de proteção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.