Hoje é dia de bode!

Falta de assunto

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

21 de novembro de 2012 | 02h04

E o beijinho de Barack Obama em Aung San Suu Kyi, hein? Só se fala disso em Mianmar!

Califórnia Dream

Corre na Assembleia Legislativa de San Francisco um projeto de lei que proíbe a nudez em locais públicos da cidade. Isso quer dizer o seguinte: não dá mais pra viver na Califórnia!

Fiel & VIP

Preparados para receber o bando de loucos que promete invadir Tóquio em dezembro, os japoneses vão se surpreender com a presença de corintianos ricos durante o Mundial de Clubes. São, como se sabe, os piores!

Boato infame

Nem passou pela cabeça do presidente da Câmara dos Deputados, o gaúcho Marco Maia, não devolver a Dilma Rousseff a presidência da República, cargo que ocupou interinamente durante a viagem da titular à Espanha. E não se fala mais nisso, ok?

Nooossa!!!

Quem visitou Pelé logo após a cirurgia no quadril do rei ficou impressionado com o tamanho da cabeça do fêmur substituída por uma prótese de cerâmica.

Nada é pra já

Calma, gente! Falta ainda um mês inteirinho para o fim do mundo marcado para 21/12 no calendário maia! Ou seja, tem tempo!

Ô, raça!

O circo dos advogados no julgamento do goleiro Bruno & Cia está apenas começando no Fórum de Contagem. Nessas horas, francamente, dá uma saudade danada de um Márcio Thomaz Bastos ou de um Kakay, que seja, né não?!

A quarta-feira é praticamente de cinzas hoje no Rio e em São Paulo: as duas maiores cidades do País tentam voltar à rotina de trabalho logo ao amanhecer deste primeiro dia útil em quase uma semana de folga geral.

Não vai ser fácil acordar a população! O superferiadão da Proclamação da República engatado no Dia da Consciência Negra foi praticamente um carnaval na Bahia para cariocas e paulistas - ô, raças!

O bode dessa gente para sair da cama nesta quarta de cinzas fora de época chega a ser acintoso com a situação, por exemplo, dos portugueses que foram às ruas recentemente protestar contra o cancelamento de quatro feriados nacionais em virtude da crise do euro.

Cá pra nós, não há nada menos austero hoje em dia no mundo do que o calendário 2012 de feriadões no Brasil, prejuízo que a indústria estima em R$ 44,9 bilhões.

São tantos os fins de semana prolongados neste ano em todo o País que muitos brasileiros, sem saber mais o que fazer com tanto tempo livre, acabam fazendo besteira.

Tem gente por aí que só não vai se queixar dos feriadões de Natal e réveillon para não parecer que está reclamando de barriga cheia. Literalmente, inclusive!

Bons modos

Paul McCartney está pedindo aos americanos - ô, raça! - que não ponham peru na mesa no Dia de Ação de Graças, celebrado amanhã nos EUA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.