Higienópolis faz hoje, às 17h, ato contra a violência

Indignados com a morte da estudante Caroline Silva Lee, há uma semana, moradores de Higienópolis, na região central de São Paulo, organizam hoje uma passeata contra a violência.

O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2012 | 03h03

O ato está marcado para as 17h na Rua Sabará, entre as Ruas Maranhão e Piauí, com caminhada até o Parque Buenos Aires.

"Queremos fazer um ato que homenageasse a menina e todas as vítimas da violência do País", diz Vitória Freitas, de 30 anos, uma das organizadoras. Segundo ela, a manifestação dará oportunidade de discutir questões mais amplas, como a revisão do Código Penal e leis mais severas.

Vitória foi uma das pessoas que ajudaram a socorrer a estudante no domingo. "A gente vê crimes todos os dias pela TV, mas eu me senti totalmente afetada ao pensar que amanhã outra pessoa vai morrer e assim por diante. Não sei quem, mas alguém precisa tomar uma providência." /JULIANA DEODORO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.