Higienópolis: 3º arrastão em 3 meses

Restaurante La Frontera, ao lado do Cemitério da Consolação, foi roubado na quinta; trio levou pertences de clientes e dinheiro do caixa

WILLIAM CARDOSO, O Estado de S.Paulo

08 Setembro 2012 | 03h00

Clientes do restaurante La Frontera, em Higienópolis, na região central de São Paulo, foram vítimas de um arrastão, anteontem à noite. Ninguém se feriu e os ladrões conseguiram fugir. Até as 21h de ontem, nenhum deles havia sido preso pela polícia. No fim de maio e começo de junho, outros dois assaltos a restaurantes do bairro provocaram medo entre frequentadores.

O arrastão aconteceu por volta das 23h15 no restaurante, que fica na Rua Coronel José Eusébio. Em depoimento à polícia, as vítimas afirmaram que três ladrões armados invadiram o local. Os bandidos levaram bolsas, carteiras, documentos, talões de cheque, vales-alimentação, cartões, relógios, joias, celular e até maços de cigarro de pelos menos 17 pessoas, que prestaram queixa no 78.º Distrito Policial (Jardim Paulista), onde o caso foi registrado. Os ladrões roubaram também o caixa. O valor levado não foi divulgado.

O gerente do restaurante afirmou que a ação dos criminosos foi bastante rápida e eles não chegaram a abordar todos os clientes. "Teve gente que nem percebeu o assalto. Foram menos de três minutos, pelo que pudemos rever depois nas imagens das câmeras de segurança", disse. Ele pretende entregar hoje o material para análise dos policiais do 4.º DP (Consolação), onde o caso será investigado.

Segundo as testemunhas, os assaltantes usaram um Honda Civic branco para fugir, mas ninguém conseguiu anotar a placa. Policiais militares procuraram pelo trio nas proximidades, mas não conseguiram encontrar nenhum dos criminosos.

De acordo com o gerente, os assaltantes tinham entre 20 e 22 anos, não foram violentos e usavam armas de cano curto, provavelmente revólveres. O local tem um segurança. Como não foi suficiente para impedir o assalto, agora serão dois, segundo o responsável pela casa.

O La Frontera fica em uma rua arborizada, com pouco movimento, vizinho do Cemitério da Consolação. O restaurante é dos mesmos proprietários do Martín Fierro, na Vila Madalena, zona oeste, também especializado em culinária argentina.

Quadrilha. Em junho, uma investigação conduzida pelo 4.º Distrito Policial chegou aos autores de arrastões no restaurante Carlota e na Pizzaria Bráz, ambos na Rua Sergipe, que fica distante cerca de 500 metros do La Frontera. A polícia apurou que uma quadrilha formada por jovens da Baixada do Glicério, também na região central, e liderada por um menor de idade praticou os assaltos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.