Helicóptero que partiu de Peruíbe continua desaparecido

Buscas devem ser retomadas na manhã deste sábado

Ricardo Valota, do Estadão.com.br,

11 de setembro de 2010 | 05h22

Continua desaparecido o helicóptero que, na manhã da sexta-feira, 10, partiu de Peruíbe, no litoral, com destino ao Campo de Marte, na capital paulista,

segundo informou o Clube de Ultraleve de Peruíbe e a Anac. O piloto ainda não fez contato com a torre.

 

No final da tarde da sexta-feira, 10, a Aeronáutica confirmou o desaparecimento da aeronave, modelo Robinson R44 prefixo PT-YON, e informou que está apurando o paradeiro do helicóptero, da Brava transportes aéreos.

 

O helicóptero teria saído de Peruíbe por volta das 11h15 da sexta-feira, 10. A previsão de chegada ao Campo de Marte deveria ter sido por volta das 12h10.

Buscas foram realizadas ao longo de todo o dia, inclusive por terra, helicópteros da PM também auxiliaram nos trabalhos, disse a Aeronáutica.

 

As buscas dependem de uma varredura de comunicação que está sendo feita pelo Salvaero de Curitiba (PR), órgão do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta) 2. A partir desses dados, será possível saber em que horário e com quem foi feito o último contato do piloto.

 

Segundo a Anac, o helicóptero desaparecido está com a manutenção regularizada, já que a próxima inspeção da aeronave, que tem capacidade para três pessoas, deveria ser realizada apenas em abril de 2011. A aeronave, de acordo com o dono, tinha apenas 70 horas de voo. Além do piloto, um passageiro estava a bordo. As buscas serão retomadas na manhã deste sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.