Helicóptero faz pouso forçado no Parque Ecológico do Tietê; não há feridos

Repórter da Rádio Estadão/ESPN que estava em outro helicóptero desceu para auxiliar os tripulantes acidentados

Pedro da Rocha, do O Estado de S. Paulo,

24 de setembro de 2012 | 08h22

Notícia atualizada às 9h55

 

SÃO PAULO - Um helicóptero da empresa Golden Fly fez um pouso forçado, às 7h20 desta segunda-feira, 24 no Parque Ecológico do Tietê, localizado no km 17 da Rodovia Ayrton Senna, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O Corpo de Bombeiros enviou quatro viaturas para o local, além do helicóptero Águia da Polícia Milita (PM), mas os dois tripulantes não sofreram ferimentos.

 

A Golden Fly é uma empresa de cursos de pilotagem. O helicóptero, um Robinson 22 usado para a instrução de novos pilotos, havia partido do Campo de Marte. O repórter Sérgio Quintela, da rádio Estadão/ESPN, transmitia notícias do trânsito em outro helicóptero que estava próximo. Ele desceu para ajudar os tripulantes, mas os dois já haviam saído do veículo. Ele também auxiliou o controle aéreo a localizar o local exato do pouso.

 

Os bombeiros ainda não têm informações sobre o que forçou o piloto a fazer o pouso forçado. A empresa Golden Fly não quis passar informações à imprensa. A Rodovia Ayrton Senna tem lentidão de km 23 ao 15, próximo ao parque, em razão de as pessoas reduzirem a velocidade para ver o ocorrido.

 

Reincidente. Um Robinson 22 da Golden Fly já havia feito um pouso forçado em julho do ano passado, durante um voo de instrução. O helicóptero pousou no morro do Catunum, próximo ao pico do Jaraguá, a 20 km do local do Campo de Marte, de onde havia decolado. Ninguém se feriu na ocasião.

 

Tudo o que sabemos sobre:
helicópteropouso forçado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.