Hebe rouba a cena ao dar dois ''selinhos'' em Kassab

De vestido preto com pedrinhas azuis, pelerine turquesa com pele da mesma cor e sapatos idem, Hebe Camargo pegou o microfone e foi logo dizendo: "Gente, todo mundo tem de fazer o exame (mamografia). Às vezes a pessoa fica com vergonha de se expor, ou pensa que vai sentir dor: não dói nada, eu fiz mais de uma vez, até gosto, acho engraçado. Você põe o peito lá, leva um amasso e pronto. Quem não gosta de um amasso?"

, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2010 | 00h00

Postado um pouco atrás de Hebe, o prefeito Gilberto Kassab ri com os olhos. Mônica Serra puxa as palmas. "A Hebe merece aplausos gente, êêêêêê!!!"

A apresentadora esteve ontem no SPFW para dar uma força ao Instituto Se Toque, de prevenção ao câncer de mama, do qual Mônica é fundadora. Depois de agradecer a solidariedade "de todo o Brasil", Hebe diz que ficou emocionada com a atenção de todos no hospital. "Fiz um almoço só para as enfermeiras lá em casa." O prefeito e a apresentadora só não fizeram mais sucesso com os fotógrafos do que Grazi Massafera, que, momentos antes, arrastou uma multidão.

Para arrecadar fundos, a campanha Se Toque vende um cólar de pérolas de fantasia. No final, Hebe diz: "Amanhã é dia dos namorados. O colar é uma bela lembrança. São só R$ 20, é muito baratinho, não é, Paulo (Borges)?" "Claro. É o preço de dois refrigerantes", diz Borges.

Pouco depois a apresentadora distribui selinhos nos homens que estão do palanque. Em Kassab, ela dá dois. Os fotógrafos pedem o terceiro, para melhorar os registros, mas o prefeito diz: "Agora, chega!" "Vai dar casamento, hein!", gritam todos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.