HC é vistoriado por técnicos, bombeiros e promotores

Depois de incêndios, autoridades podem tomar medidas judiciais contra a direção do Hospital das Clínicas

24 de janeiro de 2008 | 16h02

Técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), bombeiros e promotores de Justiça realizam, na tarde desta quinta-feira, 24, uma vistoria no Hospital das Clínicas, zona oeste de São Paulo, para avaliar as reais condições de funcionamento do Prédio dos Ambulatórios e decidir se é necessário tomar medidas judiciais contra a direção do HC.   Veja também: MP vistoria instalação do HC HC tem incêndio perto de gambiarra na fiação; Serra fala em sabotagem Sindicato vai pedir interdição de prédio do HC   O avaliação do prédio do hospital foi precisa em virtude dos problemas que o estabelecimento vem apresentando. Na última véspera de Natal, um curto-circuito provocou um incêndio que obrigou o Hospital das Clínicas a interditar metade do prédio de ambulatórios, segundo os bombeiros.   Na manhã desta quarta-feira, 23, um novo princípio de incêndio, o segundo em menos de um mês, assustou quem estava no prédio do HC.   Segundo a assessoria de imprensa do HC, as chamas começaram numa sala situada no piso intermediário entre o 5º e o 6º andar do prédio, onde são armazenados os equipamentos do serviço de endoscopia. Por não haver nenhum motivo elétrico, termoelétrico ou de combustão espontânea que pudesse provocar o foco de incêndio, há hipóteses que de o ocorrido não tenha sido algo acidental, mas planejado.   As causas reais do incêndio e dos princípios de incêndio ainda estão sendo investigadas.   (Colaborou Fabiana Marchezi e Paulo Zulino, do estadao.com.br e Eduardo Reina e Bruno Tavares, de O Estado de S. Paulo)

Tudo o que sabemos sobre:
Hospital das ClínicasIncêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.