Hassan Barakat

ENGENHEIRO DO CENTRO DE GERENCIAMENTO DE EMERGÊNCIAS (CGE)

Diana Dantas, O Estado de S.Paulo

29 Dezembro 2010 | 00h00

1. As chuvas de 2011 serão tão fortes quanto as deste ano?

O indicativo é que fique dentro ou pouco abaixo da média esperada para o período de chuva. Diferentemente de 2010, que foi bem acima da média e provocou alagamentos e transbordamentos.

2. Como o paulistano pode se precaver?

A orientação é sempre checar a previsão do tempo antes de sair de casa. Hoje os boletins meteorológicos são muito confiáveis e dão uma boa ideia do que acontecerá. Assim, é possível tomar as providências necessárias e evitar problemas.

3. Quais são os pontos mais críticos de alagamentos na cidade? São Paulo é bastante impermeabilizada. Não dá para determinar qual região é a pior. Depende da intensidade da chuva em cada local.

4.Se a pessoa já estiver no meio do alagamento, que medidas deve tomar?

O motorista deve ficar atento aos agentes de trânsito para não cair nas armadilhas provocadas pela chuva. Deve evitar também as avenidas que margeiam rios e córregos.

5.Há como se prevenir de um desmoronamento?

Quem mora em lugar de encosta tem de ficar atento aos sinais do solo encharcado, como trincas nas paredes e janelas e portas que não fecham. Feita a constatação, o melhor é acionar a Defesa Civil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.