Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Haddad sanciona lei que permite levar animais domésticos em ônibus

Donos deverão 'pagar valor determinado referente ao transporte' e precisarão apresentar a carteira de vacinação dos animais

O Estado de S. Paulo

11 Março 2015 | 21h34

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) sancionou a lei que permite o transporte de animais domésticos em ônibus da capital. A sanção será publicada no Diário Oficial da Cidade nesta quinta-feira, 12.

Segundo a Prefeitura, no embarque, os "donos deverão pagar um valor determinado referente ao transporte" e precisarão apresentar a carteira de vacinação dos animais. A assessoria da Prefeitura não soube informar qual será esse valor. Os detalhes da regra deverão ser publicados nesta quinta. 

De acordo com a norma, poderão ser transportados nos coletivos, animais que não sejam considerados ferozes e peçonhentos, com até 10 quilos, vacinados e dentro de caixas especiais.

O projeto de lei, de autoria do vereador David Soares (PSD) havia sido aprovado no dia 4 de fevereiro deste ano pela Câmara Municipal.

Até então só eram permitidos cães guias para deficientes nos ônibus e no Metrô. Quem fez o encaminhamento favorável à votação do projeto foi o vereador Roberto Tripoli (PV), autor da proposta que criou em 2012 o primeiro hospital público para cães na capital, no Tatuapé, na zona leste. 

Mais conteúdo sobre:
Fernando Haddad São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.