Haddad sanciona lei que dá 10,1% de reajuste a professor

Outra lei sancionada ontem pelo prefeito Fernando Haddad (PT) concedeu aumento de 10,19% a todos os 85 mil professores e outros funcionários da rede municipal de educação.

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2013 | 02h02

O aumento, aprovado pela Câmara Municipal há cerca de duas semanas, é menor do que o reivindicado pela categoria, que chegou a entrar em greve para pedir reajuste imediato de 17%.

A paralisação terminou na semana passada, após as duas partes concordarem em um aumento extra de 11,46%, que deve ser escalonado até 2014. Esse valor, no entanto, ainda precisa passar pela aprovação da Câmara Municipal em projeto de lei a ser enviado pelo prefeito.

A lei sancionada ontem também prevê reajuste retroativo a todos os funcionários municipais de menos de 1% desde 2011 - a porcentagem varia ano a ano. Outra mudança foi o novo piso municipal para os funcionários de níveis básico (R$ 1.132) e médio (1.380). / R. B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.