Haddad nomeia aliado de Aurélio Miguel (PR) no Butantã

Ex-diretor do São Paulo Futebol Clube e ex-vice-presidente da Federação Paulista de Judô (FPJ), José Roberto Canassa será chefe de gabinete da Subprefeitura do Butantã

Adriana Ferraz e Diego Zanchetta, O Estado de S. Paulo

06 de fevereiro de 2013 | 13h56

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) nomeou nesta quarta-feira, 6, para chefe de gabinete da Subprefeitura do Butantã, na zona oeste, o ex-diretor do São Paulo Futebol Clube e ex-vice-presidente da Federação Paulista de Judô (FPJ), José Roberto Canassa. A indicação foi feita ao governo pelo vereador Aurélio Miguel (PR), que teve ontem pedido de bens bloqueados e afastamento do cargo feitos pelo Ministério Público Estadual. 

O ex-judoca é acusado de receber propina para facilitar a liberação das obras de ampliação do Shopping Higienópolis, em agosto de 2009. Líder do PR, Miguel foi um dos principais opositores da gestão Gilberto Kassab (PSD) ao não ser nomeado secretário municipal de Esportes logo após as eleições de 2008, quando o ex-judoca apoiou a reeleição do ex-prefeito.

A indicação de Miguel atendeu alguns dos requisitos exigidos por Haddad para o cargo de chefe de gabinete nas subprefeituras. Canassa mora na região do Butantã e já trabalhou na coordenadoria de esportes da subprefeitura, além de não ter histórico de processos na Justiça. Ele foi diretor de patrimônio do São Paulo. Junto com Miguel, fez uma ação em 2010 para tentar anular a reeleição do presidente do São Paulo Juvenal Juvêncio em 2011. 

Haddad também nomeou outros 22 chefes de gabinetes nas subprefeituras, a maior parte aliados de vereadores e de partidos da base governista - alguns até foram doadores de campanha dos parlamentares. O cargo tem salário mensal de R$ 17,2 mil. Para a chefia de gabinete da Subprefeitura da Casa Verde, na zona norte, por exemplo, foi nomeado Toshiyuki Takeda, filiado ao PTB e aliado do deputado estadual Campos Machado (PTB).

Na Subprefeitura de Pirituba/Jaraguá quem emplacou a indicação da chefia de gabinete foi o vereador e atual secretário de Trabalho e Empreendedorismo, Eliseu Gabriel (PSB). Foi nomeado para a função José Antonio Varela Queija, do diretório municipal do PSB e ex-coordenador de projetos e obras da própria subprefeitura. Queija também foi doador de campanha de Gabriel nas eleições municipais de 2008.

Haddad deu prioridade às indicações com experiência anterior em cargos públicos. Waldir José Schiavon Júnior já era chefe de gabinete de Cidade Tiradentes e foi mantido no cargo a pedido do vereador Dalton Silvano (PV).

Tudo o que sabemos sobre:
aurélio miguel, aliado, butantã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.