Haddad libera parada em faixas de ônibus na zona leste

Veículos poderão estacionar nas faixas exclusivas das Avenidas Mateo Bei, Conselheiro Carrão, Vila Ema e João 23 e na Rua do Orfanato nos intervalos dos horários de pico

Adriana Ferraz e Caio do Valle, O Estado de S.Paulo

10 Dezembro 2013 | 02h04

O prefeito Fernando Haddad (PT) decidiu na segunda-feira, 9, autorizar o estacionamento de carros, durante parte do dia, em uma série de faixas exclusivas de ônibus que foram implementadas neste ano na zona leste da capital paulista. Trata-se do primeiro recuo do petista em uma de suas principais políticas para a mobilidade urbana.

A decisão ocorreu após pressão dos comerciantes da região, que alegam queda no faturamento com a abertura das vias restritas. Agora, os veículos poderão estacionar nas faixas exclusivas de ônibus das Avenidas Mateo Bei, Conselheiro Carrão, Vila Ema e João 23 e na Rua do Orfanato nos intervalos dos horários de pico. Ou seja, essas vias só não estarão livres para o estacionamento das 6h às 9h e das 17h às 20h. Condutores que não respeitarem os horários ficarão sujeitos a multa de R$ 53,20 e três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A Prefeitura deve instalar áreas de Zona Azul nas faixas exclusivas, para garantir a rotatividade das vagas.

Mais conteúdo sobre:
faixa de ônibusFernando Haddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.