NILTON FUKUDA/ESTADÃO
NILTON FUKUDA/ESTADÃO

Haddad gasta R$ 140 mil para transformar Plano Diretor em curta

Documentário terá 48 minutos e será dividido em 12 capítulos; somente a Prefeitura vai ter o direito de exibir o vídeo

Diego Zanchetta, O Estado de S. Paulo

12 Fevereiro 2015 | 13h53

SÃO PAULO - A gestão do prefeito Fernando Haddad (PT) vai gastar R$ 140 mil para transformar o Plano Diretor, aprovado no ano passado, em um curta-metragem de 48 minutos, dividido em 12 capítulos. O vencedor do concurso nacional aberto nesta quinta-feira, 12, vai receber R$ 10 mil e será contratado durante um ano pela Prefeitura, por R$ 130 mil, para elaborar o documentário.

A obra não terá "fins comerciais", segundo o governo. Somente a Prefeitura vai ter o direito de exibir o vídeo. O objetivo do governo é transformar a aprovação do Plano Diretor, que criou novas regras para o crescimento ordenado da cidade, em uma das bandeiras de reeleição do prefeito em 2016.


O novo plano limitou a construção de prédios altos dentro dos bairros e definiu que novos condomínios não podem ter mais que uma vaga de garagem. A proposta, elogiada por órgãos internacionais e que se tornou referência para o desenvolvimento de leis semelhantes em outras capitais do País, não foi bem divulgada à população como marca do governo, segundo avalia o PT.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.