Reprodução
Reprodução

Haddad usa agenda pública falsa para fazer ‘pegadinha’

Comentarista fez críticas à falta de atividades externas do prefeito; Lei de Acesso à Informação foi violada, diz expert

Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

16 Maio 2016 | 14h55

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), publicou uma agenda pública falsa para fazer uma “pegadinha” com o comentarista da Rádio Jovem Pan Marco Antônio Villa. A gestão municipal divulgou a agenda de Haddad por volta das 17 horas do domingo, 15, informando que, a partir das 8h30 de segunda, 16, o prefeito faria “despachos internos”. A agenda com um só compromisso foi propositalmente falsa, conforme declarou o próprio prefeito em sua página oficial no Facebook.

A agenda com um só compromisso foi de propósito, conforme declarou o próprio prefeito Fernando Haddad, na página oficial do Facebook. O título da publicação é Trote num pseudointelectual. Leia abaixo:

Na postagem, com o título “Trote num pseudointelectual”, Haddad diz que Villa tem comentado as agendas públicas “com o conhecimento de quem nunca administrou um boteco”. “Mas, hoje, para que os ouvintes tenham uma pálida ideia deste embuste, resolvemos substituir, por algumas horas, a minha agenda pela de outro político, apenas para vê-lo comentar, uma vez na vida, o dia a dia de quem ele lambe as botas”, explica o prefeito.

Villa é comentarista de um programa jornalístico na rádio entre 7h30 e 10 horas. Haddad esperou que o jornalista criticasse a agenda para só então divulgar os compromissos verdadeiros do dia. A publicação de Haddad foi feita por volta das 13 horas de ontem, uma hora após a Prefeitura divulgar a agenda correta. A reportagem apurou que, embora não tenha nominado no post, o político ao qual Haddad se referiu é o governador Geraldo Alckmin (PSDB), que no dia 5 publicou agenda em que também informava somente “despachos internos”. Procurado, o governo do Estado não se manifestou.

Crítica. Para o professor de Direito Administrativo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Silvio Ferreira, o prefeito violou o princípio de publicidade, conduta prevista na Constituição para autoridades públicas, além da Lei de Acesso à Informação, que determina ao poder público a “gestão transparente da informação”. “Esse não é o comportamento que uma administração pública deveria ter. Embora pudesse ter suas razões para estar aborrecido, não poderia utilizar um canal público de divulgação de informações com essa finalidade”, diz o especialista.

Ferreira destaca, porém, que é “exagerado e desproporcional” falar em improbidade administrativa. “A informação divulgada por um meio oficial tem de ser verdadeira. Mas não é caso de improbidade. Fica no campo da censura, da reprovação do comportamento”, afirma.

Omisso. Ao Estado, Villa disse que  estava lendo a biografia da escritora Clarice Lispector quando recebeu a mensagem de um amigo informando sobre a "pegadinha". 

"O Haddad está incomodado que eu leio a agenda dele (ao vivo) e vou ler até o último dia de governo dele", afirmou Villa. "Mas ele deveria estar incomodado com outra coisa. É que ele não gosta de trabalhar. Não tenho culpa se está sempre com fadiga." 

Em relação à afirmação de Haddad, que acusou o comentarista de "lamber botas", Villa rebateu. "Quem lambe botas é ele, que lambeu botas do Lula e do Maluf em 2012, quando foi candidato a prefeito, cuja fotografia ficou muito conhecida. Lambeu botas de dois criminosos", afirmou o comentarista.

Villa disse ainda que qualquer cidadão "tem direito de acompanhar os trabalhos do prefeito" e que é "obrigação de todo governante divulgá-la". 

O comentarista disse que não vai processar o prefeito e que a "a população vai dar sua resposta nas urnas". Segundo o comentarista, Haddad é "mentiroso, omisso, medíocre e incapaz". Esse tipo de brincadeira é feito por gente que não merece o cargo que ocupa. Que vergonha ver um prefeito chegar a um nível tão baixo", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.