Haddad diz que 'cultura' do paulistano com ciclovia precisa mudar

Prefeito afirmou que orientação por enquanto será pedagógica antes da CET intensificar as multas

Rafael Italiani, O Estado de S. Paulo

13 Agosto 2014 | 12h36

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) afirmou nesta quarta-feira, 12, que a "cultura" do paulistano em relação às ciclovias precisa mudar. Ele comparou a invasão das vias por motociclistas com as mesmas que aconteciam durante a implementação das faixas exclusivas de ônibus, tanto pelas motos quanto por carros. Ainda de acordo com prefeito, nesta fase inicial de instalação das vias para ciclistas, a Prefeitura irá dar orientações pedagógicas para a população sobre o funcionamento das ciclovias. 

"Depois que 90% das pessoas tiverem entendido, o resto você pune com intensificação da fiscalização. Las o início é pedagógico", afirmou Haddad. "É um processo. No começo das faixas exclusivas de ônibus os carros invadiam. Fizemos a licitação de radares, intensificamos a fiscalização da CET. É uma cultura que precisa mudar e isso leva algum tempo."

Uma matéria publicada pelo 'Estado' mostrou que a ciclovia da Avenida São João, na região central, está sendo usada como "motofaixa". Na última terça-feira, 11, a reportagem contou 158 motos, das 17h às 19h, no trecho entre a Rua General Osório e a Avenida Duque de Caxias. No mesmo período, 43 bicicletas passaram pelo trecho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.