Guia de grupo que se perdeu em Embu é localizado em casa

Grupo errou caminho em trilha e passou réveillon na mata; 10 pessoas foram resgatadas pelo helicóptero Águia da PM

Luciano Bottini Filho, O Estado de S. Paulo

01 de janeiro de 2014 | 23h57

Sete pessoas tiveram de passar o réveillon no meio da mata em Embu-Guaçu, na Grande São Paulo, depois de se perderem em uma trilha para uma cachoeira na segunda-feira, 30. Outras três pessoas, no entanto, foram resgatadas antes da virada. Washington Resende Araujo da Silva, de 18 anos, que, segundo a Polícia Militar, era o guia na excursão, foi localizado em sua casa no início da noite desta quarta-feira. Ele foi encaminhado ao Delegacia de Polícia Civil de Embu-Guaçu, onde prestou esclarecimentos.

O grupo de 11 pessoas era formado pelo guia e por duas famílias - seis adultos e cinco adolescentes. Eles saíram para o passeio às 7h de segunda-feira e deveriam voltar às 13h. A PM começou as buscas 24 horas depois, quando parentes dos desaparecidos pediram ajuda. Dentro da mata, não há sinal de celular.

Os primeiros a serem socorridos, no fim da tarde de terça-feira, foram duas adolescentes e uma mulher de 55 anos, que precisou ser medicada por ser diabética. O resgate dos demais precisou ser interrompido porque começou a escurecer.

Dois PMs deram alimentos e água para sete pessoas que tiveram de permanecer no local. Elas foram resgatadas nesta quarta. A PM usou um helicóptero com cesto para realizar os resgates, içando-as. Segundo os familiares, Silva saiu de perto deles para procurar a trilha duas horas antes de o helicóptero chegar. A PM fez varredura para localizar Silva na mata, mas o encontrou em sua casa.

Tudo o que sabemos sobre:
Embu-Guaçuguiaresgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.