Guardas municipais brincam armados em vídeos da internet

Agentes aparecem fazendo a 'Dança do Siri' e, em outro vídeo, mostrando como seria uma abordagem

Tatiana Fávaro, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2008 | 14h36

Quatro guardas municipais de Cosmópolis, a 142 quilômetros de São Paulo, estão afastados de seus cargos após aparecerem armados e brincando com revólver e espingarda em vídeos no YouTube. A primeira parte do vídeo, onde os guardas aparecem dançando com as armas carregadas, vazou em abril deste ano. A segunda parte, feita pelos próprios guardas em uma propriedade rural na qual eles aparecem simulando uma abordagem na rua, pôde ser vista no site desde o começo deste mês.     Os guardas estavam afastados desde abril. No início de julho, a Secretaria de Negócios Jurídicos, que reuniu uma comissão de representantes da corporação e do departamento jurídico da prefeitura de Cosmópolis, pediu a prorrogação do prazo para análise do caso. A secretaria informou, por meio de assessoria, que a comissão tem até 23 de agosto para apresentar a conclusão do caso, com indicação das medidas necessárias em relação aos guardas. Esse prazo pode ser prorrogado, caso a comissão sinta necessidade.     O comandante da Guarda Municipal de Cosmópolis foi orientado a não dar entrevistas durante o período de análise dos vídeos. O primeiro vídeo, com 45 segundos, mostra um dos guardas imitando o apresentados Sílvio Santos e fazendo a "Dança do Siri", criada pelos humoristas do Pânico na TV. No segundo vídeo, de 1 minuto e 19 segundos, os mesmos três homens que aparecem na primeira parte estão armados e mostram como seria uma abordagem de rotina. O rapaz que filma os colegas não aparece no vídeo. Os guardas estavam em turno de trabalho e com um carro da corporação.

Tudo o que sabemos sobre:
Guardas municipaisCosmópolisYoutube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.