Guarda municipal é morto na zona leste de São Paulo

Luciano Santos se dirigia ao trabalho na manhã deste domingo quando foi abordado por dois criminosos

O Estado de S. Paulo

08 Dezembro 2013 | 16h57

Um guarda civil metropolitano morreu neste domingo, 8, após ser baleado às 6h30 por criminosos na Avenida Marechal Tito, em São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo.

Luciano Pereira dos Santos, de 39 anos, se dirigia ao trabalho na sua moto quando foi abordado por dois homens - um em uma moto BMW branca e o outro em uma moto Yamaha preta. Segundo uma testemunha, o condutor da moto branca disparou várias vezes contra Santos. Ele chegou a ser socorrido ao Hospital Municipal Tide Setúbal, mas não resistiu.

A polícia encontrou no local do crime a moto da vítima, além de um coldre vazio. O guarda costumava carregar sempre a arma consigo, mas ela não foi encontrada, segundo a Secretaria de Segurança Pública. O tio do GCM informou à polícia que o sobrinho trabalhava no centro de São Paulo e estava a caminho do serviço.

O caso foi registrado como roubou seguido de morte no 63° DP (Vila Jacuí).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.