Guarda civil é baleado em bar na zona oeste de SP

Ferido no rosto e nas costas, Oliveira foi encaminhado para hospital e passou por cirurgia

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

16 Dezembro 2008 | 04h20

O guarda civil Francisco de Paula Vitor Oliveira, 45 anos, foi baleado, por volta das 18 horas de segunda-feira, 15, por quatro desconhecidos, no interior de um bar localizado na Rua Padre Afonso Amorim, no Jardim D'Abril, zona oeste da capital paulista, na divisa com o município de Osasco. Ferido no rosto e nas costas, Oliveira foi encaminhado a uma Unidade Básica de Saúde(UBS) e transferido para um hospital de maior porte, onde passou por cirurgia e segue internado já fora de perigo. No início da noite de segunda-feira, armados com uma espingarda calibre 12 e revólveres, quatro homens, nenhum encapuzado, invadiram uma casa vizinha ao estabelecimento comercial à procura do dono do imóvel. Como não localizaram ninguém, entraram no bar e começaram a revistar todos que lá estavam. Ao tomarem a carteira de Oliveira, descobriram que se tratava de um guarda civil. Eles ordenaram que a vítima corresse, momento em que Oliveira foi baleado. O quarteto então fugiu num Vectra prata, placas DWT 8909, que, segundo a Polícia Militar, não possui queixa de roubo nem furto. O caso foi registrado no 75º Distrito Policial, do Jardim Arpoador. Segundo a Guarda Civil de Cotia e a Polícia Civil, até as 4 horas desta terça-feira nenhum suspeito havia sido detido.

Mais conteúdo sobre:
guarda civilSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.