Grupo usa ônibus para disfarçar assalto em agência bancária em São Vicente

Criminosos estacionaram veículo roubado em frente a agência, mas policiais perceberam a ação e frustraram roubo; ninguém foi preso

Gheisa Lessa, O Estado de S.Paulo

02 Agosto 2012 | 12h03

São Paulo, 2 - Criminosos usaram um ônibus de linha para encobrir uma tentativa de assalto a uma agência do banco Bradesco, na madrugada desta quinta-feira, 2, no Jardim Rio Branco, em São Vicente, litoral paulista. Houve troca de tiros com a polícia, mas ninguém foi preso.

Por volta das 3h30 desta quinta, os bandidos renderam o motorista e o cobrador de um ônibus de linha, que estava sem passageiros, na Avenida Ulisses Guimarães. O condutor do transporte público foi obrigado a estacionar a composição em frente à agência alvo do assalto. A polícia afirma que agentes militares suspeitaram da movimentação ao ouvir o som de uma explosão, que danificou dois caixas eletrônicos.

Um dos integrantes do grupo reagiu à chegada da polícia e iniciou a troca de tiros. Todos os suspeitos fugiram do local em, ao menos, quatro veículos, de acordo com a PM de São Vicente. Na fuga, dois dos carros que levaram os bandidos bateram e, mesmo assim, os homens não foram detidos. No entanto, dentro de um dos carros os agentes militares encontraram e apreenderam um fuzil. A polícia não tem uma estimativa de quantos homens estavam no local do roubo. O caso é investigado no 3º Distrito Policial de São Vicente.

Mais conteúdo sobre:
violênciaroubo a banco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.