GABRIELA BILO / ESTADAO
GABRIELA BILO / ESTADAO

Grupo quer Largo da Batata sem tapumes no carnaval de rua

Moradores de Pinheiros lançaram abaixo-assinado contra fechamento da praça com estruturas metálicas

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

22 Fevereiro 2017 | 03h00

Moradores da região do Largo da Batata, em Pinheiros, na zona oeste da capital paulista, lançaram abaixo-assinado online para pedir que a Prefeitura remova do local os tapumes que foram instalados para a realização do carnaval de rua.

O pedido, que contava com pouco mais de 400 assinaturas até a noite desta terça-feira, 21, foi organizado pelo movimento A Batata Precisa de Você. Segundo o grupo, o fechamento da praça com tapumes de placas metálicas, com poucas e estreitas saídas, pode colocar em risco os participantes nos eventos na região, como o carnaval. “Procuramos a Prefeitura Regional de Pinheiros, mas achamos que um abaixo-assinado reforçaria nossa demanda”, disse a publicitária Mariana de Toledo Marchesi, de 32 anos, uma das organizadoras do protesto.

Resposta. O prefeito regional de Pinheiros, Paulo Mathias, afirmou que vai analisar nesta quarta-feira, 22, o pedido feito pelo grupo para retirar tapumes da praça, mas antecipou que a prioridade da Prefeitura na região é garantir a segurança de moradores e foliões no carnaval. 

“A demanda é legítima e nós vamos avaliá-la. Mas antes de tudo vamos primar pela segurança das pessoas. Os tapumes estão espalhados pelo Largo da Batata, próximos de estabelecimentos comerciais, à roda gigante instalada ali, para podermos dimensionar a circulação das pessoas e garantir a segurança nos eventos.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.