Pedro da Rocha/AE
Pedro da Rocha/AE

Grupo explode caixa eletrônico dentro de supermercado na zona sul de SP

Notas manchadas com tinta vermelha ficaram expalhadas no chão; PMs chegaram rapidamente e, armados de metralhadora, realizaram uma varredura no local, mas nenhum suspeito foi detido

Pedro da Rocha e Ricardo Valota, do estadão.com.br,

01 de setembro de 2011 | 04h04

SÃO PAULO - Caixas eletrônicos da rede Banco 24 Horas foram atacados por criminosos, às 2 horas desta madrugada de quinta-feira, 1, no interior da loja do Ricoy Supermercados localizada na Rua Rubens de Oliveira, no Parque Cocaia, na zona sul de São Paulo. Eles conseguiram abrir o cofre de um dos caixas e a polícia ainda não sabe o valor roubado.

 

“Testemunhas ligaram para o 190 após a explosão e disseram ter visto vários homens armados deixando o local em um veículo vermelho pequeno”, contou o tenente do 27º Batalhão da Polícia Militar, Yan Paola, que atendeu a ocorrência. Após arrombarem uma das portas de metal, os criminosos explodiram um dos caixas eletrônicos. Notas com tinta vermelha ficaram espalhadas em frente à máquina. A outra foi encontrada com a porta inferior aberta, mas o cofre ficou intacto.

 

Bombeiros foram acionados para resfriar a máquina explodida, mas entraram no local apenas depois que PMs, armados com metralhadora, realizaram uma varredura no interior do supermercado para verificar se algum criminoso ainda permanecia ali. O caso foi registrado no 85º Distrito Policial, do Jardim Mirna. A polícia agora espera contar com eventuais imagens gravadas pelo circuito interno de TV do supermercado.

 

Ataques. De janeiro até agora, a reportagem do estadão.com.br apurou 104 casos de ataques a caixas eletrônicos no período noturno na Região Metropolitana de São Paulo. Foram 50 ações na capital e 54 na Grande São Paulo. Em 73 dos 104 casos, os bandidos utilizaram explosivos; e em 36 deles as máquinas estavam instaladas dentro de supermercado.

 

Texto atualizado às 6h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.