Grupo é preso após atacar pedestres na região do Brooklin

Cinco jovens usavam um veículo roubado para atacar as vítimas; entre os presos, há um adolescente de 16 anos

Ricardo Valota, do estadão.com.br; e Andressa Zanandrea, do Jornal da Tarde,

17 de junho de 2008 | 03h00

Armados com um revólver calibre 38 e ocupando um Fiat Siena azul, cinco jovens foram detidos, por volta das 21h15 de segunda-feira, 16, após atacar três pedestres nas regiões do Itaim Bibi, Vila Olímpia e Brooklin, zona sul da capital paulista. O veículo havia sido roubado no último dia 27. Entre os presos, há um adolescente de 16 anos. Alertados pelas vítimas - duas mulheres e um homem abordados nas ruas Tucumã, Gomes de Carvalho e Michigan - policiais militares, com a descrição do carro e dos acusados, localizaram o grupo 45 minutos depois do último roubo. O carro estava parado no cruzamento entre as avenidas Jornalista Roberto Marinho e Portugal, próximo à Favela do Buraco Quente, no Brooklin. Foram detidos José Moreira de Sá, Ricardo Ferreira da Silva, Jucelma da Costa Rocha, todos de 21 anos, Genilson Fernandes dos Santos, de 24, e o adolescente, que estava em liberdade assistida pela Fundação Casa (antiga Febem). Os demais não tinham antecedente criminal. O menor voltará para a instituição e perderá o direito da liberdade assistida. Segundo a PM, o revólver calibre 38 estava em poder de Jucelma. Bolsas, carteiras, celulares e outros objetos pessoais levados das vítimas foram recuperados pela polícia. Todos foram indiciados por roubo, e formação de quadrilha, com exceção do menor.

Tudo o que sabemos sobre:
assaltoquadrilhaBrooklin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.