Grupo é detido pela PM após arrastão em ônibus na Via Dutra, na zona norte de SP

Dois dos criminosos são adolescentes; um deles já esteve internado na Fundação Casa

Ricardo Valota, do estadão,

19 de maio de 2012 | 03h12

SÃO PAULO - Quatro criminosos, entre ele dois adolescentes, foram abordados pela PM, por volta das 22h30 de sexta-feira, 18, na região do Parque Novo Mundo, zona norte da capital paulista, minutos após realizarem um arrastão no interior de um ônibus da Viação Guarulhos Transportes que fazia a linha circular intermunicipal Armênia (São Paulo) - Vila Moreira (Guarulhos).

 

Armados com uma pistola calibre 635, os bandidos deram sinal, entraram no coletivo na Rua Ciro Soares de Almeida - pista marginal da Rodovia Presidente Dutra - e anunciaram o assalto. A maioria dos 41 passageiros foi obrigada a entregar dinheiro, celulares, relógios e bijuterias em geral. A ação durou cerca de cinco minutos, até que o grupo deixou o ônibus e entrou na Alameda Segundo Sargento Assad Feres, uma travessa da pista marginal da rodovia.

 

Em patrulhamento na região, policiais militares da 1ª Companhia do 5º Batalhão desconfiaram dos quatro jovens e realizaram a abordagem. Na mochila de um dos rapazes, até então suspeitos, havia 27 celulares, R$ 550,00, relógios, os demais objetos e a arma utilizada no arrastão. Após confessarem o assalto, os quatro criminosos foram encaminhados para o 9º Distrito Policial, do Carandiru. Joelton Baltazar de Moura, de 22 anos, e Toni Charles Silva de Oliveira, 20, foram autuados por roubo qualificado, porte ilegal de arma e corrupção de menores,

 

Já os dois adolescentes, de 15 e 16 anos, serão encaminhados para a Fundação Casa, antiga Febem, da qual um deles já foi interno. Segundo a PM, tanto Moura como Oliveira já têm passagem pela polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.