Grupo de jovens faz ataques na Paulista

Polícia Civil não confirma que os envolvidos sejam skinheads como havia afirmado a PM

Solange Spigliatti, da Central de Informações

14 de novembro de 2010 | 13h40

SÃO PAULO - Um grupo de jovens fez dois ataques contra jovens que passavam pela Avenida Paulista no começo desta manhã. As três vítimas têm idades entre 20 e 23 anos, segundo a polícia.

 

Segundo informações da 5ºDP, os quatro menores, com idades entre 16 e 17 anos, e um maior, de 19 anos, fizeram o primeiro ataque contra dois jovens, por volta das 6h30. Um deles ficou com vários ferimentos no rosto após ser agredido com duas lâmpadas usadas como arma.

 

Ele foi levado para o Hospital Oswaldo Cruz e já foi liberado. O outro ferido permanece em observação no Hospital Vergueiro, de acordo com a Polícia Militar.

 

O segundo ataque foi logo depois, contra outro jovem, que estava sozinho e por não sofrer muitos ferimentos não precisou de atendimento médico, segundo a PM.

 

De acordo com a polícia, não há informação de que o grupo é formado por skinheads, pois apresentam cabelos normais. "Skinhead" significa "cabeça raspada" em inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.