Grupo atira contra casa de policial e suspeito acaba morto pela PM no ABC

Ninguém dentro casa, que fica em Santo André, foi ferido; demais criminosos fugiram

Ricardo Valota, O Estado de S.Paulo,

15 de agosto de 2012 | 04h37

SÃO PAULO - Uma troca de tiros após um atentado contra a casa de um policial aposentado terminou com um suspeito morto em Santo André, no ABC paulista, na noite de terça-feira, 14. O tiroteio entre PMs e a quadrilha ocorreu na região do Parque Capuava, limite com o município de Mauá.

 

Os criminosos foram perseguidos pelos policiais até o encontro entre as avenidas das Nações e Presidente Arthur da Costa e Silva. O bando havia feito disparos contra a residência de um policial militar reformado na Rua Bahia, na Vila Francisco Matarazzo. Ninguém dentro da casa ficou ferido. Acionados, os policiais localizaram o veículo utilizado pela quadrilha e iniciaram a perseguição, que terminou com uma troca de tiros.

 

Um dos bandidos foi baleado e morreu no pronto-socorro central de Santo André; outros dois fugiram a a pé, e o quarto atirador, no carro. Segundo a polícia, foram apreendidas uma pistola calibre 380 e uma escopeta calibre 32. Por se tratar de resistência à prisão, seguida de tiroteio e morte, a ocorrência será investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.