Greve suspende integração gratuita em 4 estações de trem

Brás, Luz, Barra Funda e Santo Amaro não fazem integração até o fim da greve dos metroviários

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

02 de agosto de 2007 | 11h49

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) suspendeu a integração gratuita nas estações Brás, Luz, Barra Funda e Santo Amaro, nesta quinta-feira, 2. A integração ficará suspensa até o fim da greve do Metrô. Apesar disso, a CPTM montou um esquema especial, com horários ampliados e algumas estações fechadas. Durante a tarde, o horário de pico, normalmente das 17 às 20 horas, poderá ser estendido caso haja necessidade.   Com a greve, a CPTM também aumentou o número de agentes de segurança nas estações, em especial na Luz, Guaianazes, José Bonifácio, Dom Bosco, Tatuapé, Brás, Calmon Viana, Barra Funda e Santo Amaro.   Por conta da paralisação dos trens do Metrô, foi implantado o Plano de Apoio Entre Empresas Frente a Situações de Emergência (Paese), que vai vigorar enquanto durar a greve. Com o sistema, ônibus reforçam a frota urbana, suprindo a ausência do Metrô no transporte coletivo da cidade. Segundo a São Paulo Transporte (SPTrans), os cerca de 15 mil ônibus da frota vão operar em tempo integral na cidade.   Algumas das linhas integradas aos terminais do Metrô fazem o trajeto dos bairros até o centro da cidade, além das linhas que normalmente já se deslocam até o centro, para atender os usuários prejudicados pela greve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.