Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Greve surpresa paralisa transporte coletivo na região de Sorocaba (SP)

Motoristas que atendem 42 municípios do interior de São Paulo aderiram ao movimento; previsão é de que serviço comece a normalizar a partir das 9 horas desta sexta-feira, 10

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

10 Agosto 2018 | 09h04

SOROCABA – Uma greve de motoristas paralisou o transporte coletivo em Sorocaba e outras 41 cidades do interior de São Paulo na madrugada desta sexta-feira, 10. Mais de 300 mil usuários dos transportes municipal e intermunicipal foram apanhados de surpresa pela paralisação, iniciadas por volta de 1 hora da manhã. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, a paralisação foi decidida por centrais sindicais em protesto, principalmente, contra o alto preço dos combustíveis e o crescimento no desemprego.

Em Sorocaba, até as 7h30, nenhum ônibus do transporte coletivo municipal tinha saído das garagens. Os terminais de embarque estavam vazios e milhares de pessoas seguiam para o trabalho a pé. Na rodoviária, os passageiros que desembarcavam de ônibus de longo percurso não encontravam condução para seguir viagem.

O sindicato informou ter notificado as prefeituras. A empresa municipal de transporte de Sorocaba entrou com pedido na Justiça para que fossem mantidos 70% da frota em circulação em horários de pico, mas a liminar não foi dada. Conforme o sindicato, o transporte se normalizaria a partir das 9h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.