Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Greve no Detran atrasa emissão de CNH no interior de São Paulo

Paralisação atinge a maioria das 336 sedes do departamento em SP

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

21 de junho de 2016 | 19h06

SOROCABA - A greve dos funcionários do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) já atrasa a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e de documentos de veículos em cidades atendidas pelo serviço de trânsito. Em Sorocaba, despachantes informaram que não conseguiram retirar todas as carteiras de habilitação que deveriam ter sido entregues nesta terça-feira, 21, segundo dia de paralisação. Eles foram avisados por funcionários que tanto as CNHs, quanto os documentos de transferência de veículos, serão entregues com atrasos de dois a três dias, podendo ser maior se a greve persistir.

Em Santos, os servidores fizeram um protesto na sede do Detran, empunhando cartazes. Eles formaram uma barreira na frente da unidade, sem impedir a entrada de pessoas. Em Botucatu, os funcionários do Detran no Poupatempo aderiram à paralisação nesta terça-feira. Iniciada na segunda-feira, a greve atinge a maioria das 336 sedes do Detran no Estado, além de 309 seções de trânsito. A lei exige que 30% dos funcionários sejam mantidos em atividade, o que vem sendo observado nas repartições.

O Detran informou que a paralisação é parcial e que as unidades em todo o Estado estão abertas, prestam atendimento e nenhum serviço foi interrompido. “Quanto a eventuais atrasos na emissão de documentos, no momento não é possível prever prazos”, informou. Ainda segundo a nota, o portal do Detran.SP dispõe de quase 30 serviços online que podem ser acessados pelos usuários, além dos serviços nos postos do Poupatempo.

A categoria reivindica reajuste salarial de 26,3%, incluindo reposição, além de revisão na bonificação por resultados. O Detran informou que a presidência da autarquia já se reuniu com representantes do sindicato e propôs a criação de grupos de trabalho para discutir as reivindicações, estando aberto ao diálogo. O Sindicato da Carreira Administrativa do Estado de São Paulo (Sincaesp) informou que aguarda uma proposta formal do Detran para discutir com os servidores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.