Greve de ônibus prejudica moradores de Itapecerica da Serra nesta manhã

Funcionários da Viação Miracatiba exigem a presença do dono da empresa para liberarem os carros

estadão.com.br,

09 Novembro 2011 | 05h50

SÃO PAULO - Desde as 4 horas desta manhã de quarta-feira, 9, os moradores da cidade de Itapecerica da Serra, na região sudoeste da Grande São Paulo, sofrem com a falta de ônibus em razão de uma paralisação dos motoristas e cobradores da Viação Miracatiba, empresa que opera linhas municipais e intermunicipais. Entre os bairros de Itapecerica afetados pela greve estão o Parque Paraíso, Jardim São Marcos e Jardim das Oliveiras. Os coletivos da Miracatiba também operam linhas que chegam até a Capital, Cotia, Embu-Guaçu e Embu das Artes.

 

Os motoristas e cobradores exigem melhores condições de trabalho, pagamento de horas extras relativas aos finais de semana e convênio médico. Os funcionários também querem a recontratação de um colega demitido durante as férias. Às 6 horas, pelo menos 500 pessoas estavam aglomeradas em frente à garagem da empresa, na altura do nº 1.488 da Estrada João Rodrigues de Moraes, no bairro Lagoa. Os grevistas afirmam que só irão liberar os primeiros dos mais de 300 carros caso o dono da empresa apareça e prometa resolver as tais pendências.

 

Para amenizar os transtornos, a Empresa Metropoltana de Transporte Urbano (EMTU) coloca em operação o sistema Paese, remanejando alguns veículos de outras empresas para cobrir parte do montante fora de operação na cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.