Motoristas encerram greve que paralisou 24 linhas de ônibus em Guarulhos

Paralisação começou no fim da madrugada e terminou no início da tarde; Pelo menos 64 mil usuários utilizam as frotas que não deixaram a garagem nesta terça-feira, 8

Paulo Roberto Netto, O Estado de S.Paulo

08 Maio 2018 | 11h57
Atualizado 08 Maio 2018 | 13h53

SÃO PAULO - Motoristas de 24 linhas de ônibus municipais e metropolitanos de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, encerraram a greve iniciada no fim da madrugada desta terça-feira, 8. A paralisação foi suspensa após o pagamento dos vales-alimentação e das férias atrasadas. As rotas suspensas atendem pelo menos 64 mil usuários por dia.

De acordo com a Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU), a greve começou no início da madrugada quando os motoristas de cinco linhas da Viação Atual se recusaram a deixar a garagem. A empresa estima que 5 mil usuários foram prejudicados pela paralisação.

+ Três homens são mortos a tiros em Guarulhos

 

As linhas paradas foram 253 (Jardim Paraíso/Metrô Penha, via Avenida Guarulhos), 095 (Terminal Metropolitano Taboão/Metrô Bras, via Avenida Guarulhos), 591 (Jardim Paraíso/Metrô Penha, via rodovia Presidente Dutra), 590 (Jardim Paraíso/Metrô Penha, via Rodovia Ayrton Senna) e 595 (Terminal Metropolitano Taboão/Metrô Brás, via rodovia Presidente Dutra).

A EMTU afirma que solicitou reforços ao Consórcio Internorte para minimizar prejuízos aos usuários.

+ Circular pela cidade é desafio extra para mulher

Além do transporte metropolitano, outras 19 linhas municipais da viação Campos de Ouros também amanheceram paralisadas, segundo a Prefeitura de Guarulhos. As linhas atendem pelo menos 59 mil pessoas e ainda não há previsão de quantos usuários foram afetados nesta manhã. 

O Sincoverg alega que os pagamentos dos vales-alimentação e das férias de cerca de 60 funcionários estavam atrasados e só foram pagos após as empresas serem notificadas da paralisação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.