Grande SP, Baixada Santista e Campinas receberão PMs da Operação Delegada

Policiais trabalharão voluntariamente na folga por diárias que variam de R$ 161,12 a R$ 193,34

O Estado de S. Paulo

29 Março 2014 | 18h13

SÃO PAULO - O governador Geraldo Alckmin anunciou neste sábado, 29, que os mil policiais militares que vão reforçar o policiamento do Estado a partir de quarta-feira, 2, atuarão inicialmente na Grande São Paulo, na Baixada Santista e na cidade de Campinas. A declaração foi feita neste sábado, 29, durante a entrega de 25 viaturas da Polícia Civil em Santos, no litoral.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, a Grande São Paulo ganhará mais 650 policiais, a Baixada Santista mais 200 e a cidade de Campinas mais 150.

Os policiais ampliarão da Operação Delegada da Polícia Militar, que permite que policiais militares trabalhem voluntariamente em suas folgas, com direito a remuneração.

O valor da diária é de R$ 193,34 para oficiais e de R$ 161,12 para praças. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, no total, 3 mil PMs farão parte do programa a partir de abril.

Mais conteúdo sobre:
Operação Delegada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.