Grafiteiro mostra arte urbana na Barra Funda

Rua Padre Luís Alves de Siqueira: Entre Marginal do Tietê e Campos Elísios, rua é repleta de grafites

, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2010 | 00h00

Nascido em Ourinhos, a 350 km de São Paulo, o grafiteiro São, de 27 anos, ainda nem sabia o que era arte urbana quando foi morar, há duas décadas, na Rua Padre Luís Alves de Siqueira, na Barra Funda, onde vive até hoje. "Foi muito impactante ir justo para essa rua porque era onde morava o Zelão, um dos primeiros grafiteiros da cidade. Me inspirei nele, aprendi o que era arte de rua."

Hoje, São forma com o amigo Delafuente a dupla 6emeia, que pinta bueiros e bocas de lixo de São Paulo de forma divertida, dando um pouco de cor às calçadas e aos asfaltos maltratados. Paralelamente, também trabalha sozinho, grafitando principalmente as ruas da Barra Funda. "Além de ter muito a ver com grafite, gosto do bairro porque é tranquilo mesmo sendo no centro da cidade."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.