Grafite de osgemeos é apagado no centro de São Paulo

Em diversos livros sobre arte de rua pelo mundo, São Paulo é representada por um grafite gigantesco da dupla osgemeos instalado no Vale do Anhangabaú, no centro da cidade. Pintada na lateral de um prédio em 2009 como parte das comemorações do Ano da França no Brasil, a imagem virou uma marca daquela região da capital. Essa referência do grafite paulistano, no entanto, não existe mais. O desenho, com quase oito andares de altura, foi apagado ontem - sobrou apenas a vaga silhueta de um homem, sem cor, sem pintura.

O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2012 | 03h05

De acordo com nota divulgada pela Secretaria Municipal de Cultura, o grafite dos irmãos Otavio e Gustavo Pandolfo "que estava no prédio da antiga sede do Sindicato dos Comerciários foi apagado pelo Sesc a pedido dos próprios artistas".

Gustavo confirmou ontem ao Estado que já sabia da retirada do desenho, uma ação programada com antecedência. "Já sabíamos, sim. Esse grafite fazia parte da peça 'O Estrangeiro', de 2009, quando levamos aqueles bonecos gigantes infláveis para o Anhangabaú", diz ele. "Tínhamos conhecimento de que ele ia ser apagado agora." A ação, porém, causou comoção nas redes sociais ontem.

Artes. Ainda de acordo com a Prefeitura, o edifício onde estava o grafite será demolido e a área, integrada à Praça das Artes, futuro anexo do vizinho Teatro Municipal.

Recentemente, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), prometeu a inauguração do espaço, de 28,5 mil metros quadrados, para ainda este ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.