Governo quer ferrovia em vez de caminhões

SOROCABA

José Maria Tomazela SOROCABA, O Estado de S.Paulo

18 Dezembro 2010 | 00h00

Para o governo estadual, um dos principais desafios é assegurar a infraestrutura logística para acompanhar o crescimento do Estado. A Secretaria de Estado de Transportes preparou um Plano Diretor de Desenvolvimento de Transportes (PDDT) prevendo investimentos em rodovias, portos e aeroportos até 2030. A ampliação de meios de transporte ferroviário e hidroviário para cargas está entre as alternativas para reduzir os caminhões nas rodovias.

O programa de concessões rodoviárias dará ênfase para a ampliação das rodovias duplicadas e recuperação das vicinais.

Em 2008, foi registrado um movimento de veículos equivalente a 74,3 milhões de km/dia nas rodovias concedidas a concessionárias, 17,5% a mais que no ano anterior. Para fazer frente à futura demanda, o PDDT prevê o incentivo da intermodalidade entre os transportes rodoviário e ferroviário. Está nos planos a construção do Ferroanel, anel ferroviário circundando a Região Metropolitana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.