Governo francês cria comitê para acompanhar investigações do acidente

Cada vez mais sob pressão da imprensa e das famílias de vítimas do voo AF-447, da Air France, o governo da França anunciou a criação de um "comitê" para acompanhar as investigações. O anúncio foi feito pelo Ministério dos Transportes, que prometeu não abandonar a apuração sobre as causas do acidente. Ontem, em Paris, durante as homenagens pelo primeiro aniversário da tragédia no Oceano Atlântico, parentes dos 228 passageiros e tripulantes voltaram a protestar contra a falta de respostas. No Rio, pesquisadores reforçaram a tese de que falhas nos sensores de velocidade foram as principais responsáveis pelo acidente. Simulações indicaram que a aeronave poderia estar voando acima da altitude considerada segura, o que teria provocado o congelamento dos tubos pitot e uma leitura incorreta da velocidade do Airbus.

, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.