FELIPE RAU/ESTADÃO
FELIPE RAU/ESTADÃO

Governo estadual faz chamamento para concessão do Ceasa

O edital da gestão Geraldo Alckmin (PSDB) busca opções para a definição de uma nova modelagem para o Centro de Abastecimento Alimentar, que sairá da Vila Leopoldina

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

06 Outubro 2017 | 03h00

O governo do Estado publica nesta sexta-feira, 6, no Diário Oficial do Estado, um chamamento público para colher estudos para a transferência das operações do Centro de Abastecimento Alimentar (Ceasa) do espaço que ocupa, na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), para um novo endereço, ainda a ser definido.

O edital da gestão Geraldo Alckmin (PSDB) busca opções para a definição de uma nova modelagem para o Ceasa, que sairá da Vila Leopoldina, na zona oeste da capital, para um novo endereço. "É uma etapa em que o Estado consulta o mercado em busca de propostas e soluções; com base nos estudos apresentados é que será definida a modelagem e elaborado o futuro edital de concessão", informa, por nota, o Palácio dos Bandeirantes.

"Os participantes deverão apresentar estudos de construção, implantação, modelagem operacional, econômico-financeira, jurídica e, principalmente, uma alternativa de espaço de funcionamento, já que a atual localização do Ceagesp, na Lapa, acaba provocando gargalos logísticos, por se localizar em região de grande movimento dentro da cidade de São Paulo", continua o texto.

A Prefeitura, ainda na gestão anterior, de Fernando Haddad (PT), também propôs um edital para transferir as operações da Ceagesp para novos espaços. O terreno onde funciona o entreposto é da União. Segundo o governo do Estado, a ação está sendo feita em parceria com a Prefeitura e o governo federal. 

Neste ano, o prefeito João Doria (PSDB) já afirmou que o entreposto sairá da Vila Leopoldina até 2020. No bairro da zona oeste, segundo ele, poderá ser instalado um centro de inovação, uma faculdade de tecnologia (Fatec) e uma espécie de praça com áreas de alimentação. 

A avaliação das três esferas é de que, no atual espaço, encravado entre as Marginais do Pinheiros e do Tietê, as operações enfrentam problemas logísticos e causam impactos urbanísticos para a cidade - daí a busca por novos endereços.

Terminado o chamamento público, o Estado definirá o modelo final da transferência, incluindo novo endereço do entreposto. O governo deverá fazer uma nova licitação para viabilizar a mudança.

 

Mais conteúdo sobre:
Lapa [PR] Ceasa Vila Leopoldina Ceagesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.