Governo espanhol diz que quer 'suavizar' exigência para brasileiros

O governo da Espanha quer tentar "facilitar" e "suavizar" as exigências de imigração, menos de um mês depois de o Itamaraty determinar que os espanhóis em visita ao Brasil deveriam seguir as mesmas regras aplicadas aos turistas brasileiros nos aeroportos espanhóis.

IURI DANTAS / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

27 Abril 2012 | 03h02

"Vamos facilitar o tanto quanto for possível", afirmou o vice-ministro para Cooperação Internacional e Ibero-América, Jesús Gracia, que foi recebido ontem pelo número 2 do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Ruy Nogueira, para tratar do assunto. "É um problema como tantos outros que herdamos do governo anterior, mas estamos trabalhando com o governo brasileiro para que as regras sejam mais claras."

Segundo Gracia, a Polícia Federal barrou um pequeno grupo de espanhóis, "que dá para contar nos dedos de uma mão" desde 2 de abril, quando entrou em vigor a exigência para que espanhóis apresentem carta-convite, dinheiro para se manter no Brasil e bilhete de volta.

Uma forma de tornar mais ágil a liberação de brasileiros barrados na Espanha, segundo Gracia, seria permitir uma atuação formal do consulado em alguns casos. Em um exemplo hipotético, seria permitir que alguém da equipe consular em Madri possa apresentar um documento adicional quando algum brasileiro for barrado na imigração. O ministro disse acreditar que os que têm a entrada vetada na Espanha "são casos muito pequenos, mas muito sensíveis" por causa da exposição na mídia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.