Governo e Anac discutem parcerias para os aeroportos de SP

Pela PPP, governo continuaria repassando os recursos que já aplica atualmente nos terminais do Estado

Beth Moreira, da Agência Estado,

13 Janeiro 2009 | 15h59

Representantes da Secretaria dos Transportes do Estado de São Paulo se reúnem na quarta-feira, 14, com a direção da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para conversar sobre os planos do governo paulista de licitar 31 aeroportos no Estado ainda neste semestre, segundo informações da própria secretaria.   Em entrevista dada à Agência Estado na semana passada, o secretário Mauro Arce adiantou que os estudos para licitar os aeroportos já estão prontos e que o governo estadual aguarda apenas a reunião com a agência reguladora para colocar o edital em audiência pública.   A previsão é a de que os aeroportos sejam agrupados em cinco lotes. Cada grupo contaria com um aeroporto maior, como Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Presidente Prudente, e outros menores. Ou seja, o vencedor se encarregaria da administração de cada conjunto. Pela Parceria Público-Privada (PPP), o governo continuaria repassando os recursos que já aplica hoje nos terminais.

Mais conteúdo sobre:
privatização aeroportos aviação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.