Divulgação
Divulgação

Governo de São Paulo cobra devolução de verba pela Coaf

Obra da cooperativa de barracão para processar hortifrútis na cidade de Bebedouro, no interior de São Paulo, ficou pela metade

Rene Moreira, Especial para o Estado

02 Julho 2016 | 03h00

FRANCA - O governo de São Paulo quer que a Cooperativa Orgânica de Agricultura Familiar (Coaf) devolva R$ 435 mil que recebeu para construir um barracão para processar hortifrútis em Bebedouro, no interior de São Paulo. A obra do prédio ficou pela metade, e o Estado deu até o dia 15 deste mês para que o dinheiro seja devolvido. A produção seria distribuída para a merenda escolar das escolas públicas.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento informou que o dinheiro foi repassado por meio do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável - Microbacias 2. No mês passado, porém, a gerência técnica do projeto decidiu pela inelegibilidade das despesas. Em nota, a secretaria diz que, se não houver devolução, abrirá processo para ressarcimento do valor. 

A cooperativa alega que ainda não foi notificada, mas tem interesse em terminar a obra. A Coaf viu sua situação financeira se agravar depois do início da investigação da Máfia da Merenda, que apura esquema de corrupção em contratos para fornecimento de merenda. 

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Coaf

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.