Governo abre inscrições para empresas construírem metrô na Faria Lima

Futura Linha 20-Rosa sairá da Lapa, na zona oeste da capital paulista, e irá até Moema, na zona sul

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2012 | 15h49

A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos publicou nesta sexta-feira, 3, um edital abrindo inscrições para empresas apresentarem projetos para a futura Linha 20-Rosa do Metrô, que sairá da Lapa, na zona oeste, a vai até Moema, na zona sul. É um projeto que só deve estar concluído daqui a oito anos.

As interessadas terão 30 dias para responder ao chamamento feito pelo governo. Depois, vão ter um prazo de 240 dias para apresentar as propostas de modelagem para a linha, que vão ser analisadas pelo Metrô, segundo edital publicado no Diário Oficial do Estado. O vencedor do processo só deve estar concluído no ano que vem, mas ainda não há data para início das obras.

A ideia é que a linha seja inteiramente planejada, construída e operada pela iniciativa privada, na forma de uma Parceria Público-Privada (PPP).

A previsão é que a linha tenha 14 estações e 12,3 quilômetros. Terá conexão com três linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), e com as Linhas 4-Amarela e 5-Lilás do Metrô. Será um metrô convencional, construído inteiramente com túneis no subterrâneo da capital paulista.

O fato de ela passar pela região mais valorizada da cidade, a Avenida Brigadeiro Faria Lima, é tido pelo governo como principal fator de atração do mercado na linha: "Queremos que os espaços (das estações) sejam aproveitados, com shoppings, lojas e outras funções, como ocorre por exemplo no Canadá", disse o secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. "A linha já nasce com uma expectativa de demanda de 600 mil pessoas por dia", completou Fernandes.

Tudo o que sabemos sobre:
Metrô de SPFaria Lima

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.