Laura Maia/Estadão
Laura Maia/Estadão

Governador reafirma adesão ao bilhete único mensal

Segundo Alckmin, o prazo para adesão do metrô e da CPTM será o mesmo da prefeitura

Laura Maia, O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2013 | 13h49

O governador Geraldo Alckmin reafirmou na manhã dessa terça-feira, 19, a adesão do governo do estado ao bilhete único mensal da Prefeitura de São Paulo, ou seja, o usuário que tiver o cartão poderá usar além do ônibus, o trem e o metrô.

"Sem trem e metrô, o interesse seria muito pequeno.Para viabilizar o bilhete, nós determinamos a entrada." disse Alckmin.

Segundo o governador, o prazo de adesão é o mesmo do ônibus - 30 de novembro."Quando entrar em funcionamento, entra tudo junto" disse. O anúncio foi feito durante o início da construção da Eclusa da Barragem da Penha, zona leste da cidade.

Alckmin destacou ainda que o governo estuda a implementação de um outro bilhete mensal para quem não usa ônibus. "Cerca de 30% das pessoas usam só o trilho - trem e metrô. Para essas, também faremos um outro cartão". O governador não soube precisar o custo nem a previsão de funcionamento deste outro bilhete.

Mais conteúdo sobre:
bilhete únicoAlckminprefeitura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.