Governador promete VLT da Baixada Santista para 2013

Sem querer falar sobre os prazos já prometidos e descumpridos pelo governo do Estado de São Paulo em relação ao Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) da Baixada Santista, o governador Alberto Goldman (PSDB) afirmou ontem que o primeiro trecho da obra será inaugurado em 2013.

Rejane Lima, O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2010 | 00h00

Essa primeira parte terá 11 quilômetros, entre São Vicente (Terminal Barreiros) e Santos (Estuário), e deverá transportar 45 mil passageiros por dia.

O governador esteve ontem em Santos para assinar um acordo entre a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) e as prefeituras de Santos e São Vicente. "É 2013. Estou dizendo que é isso e ponto. O que alguém disse, o que disse, quando disse... é 2013."

Goldman explicou que o edital de licitação que escolherá a empresa responsável pela construção e operação da primeira etapa do projeto será publicado no Diário Oficial de amanhã ou de segunda-feira. A partir da publicação, as empresas têm um mês para apresentar as propostas. "E, se tudo correr bem, se não houver muito contencioso entre as empresas, antes do fim do ano assinamos o contrato."

Com investimento estimado em R$ 688 milhões, o projeto será realizado por meio de uma Parceria Público-Privada viabilizada por meio de concessão com prazo de 25 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.