Governador, prefeito do Rio e artistas comparecem ao velório de Lily Marinho

O corpo da socialite Lily Marinho, viúva do jornalista Roberto Marinho, fundador das Organizações Globo, foi enterrado ontem no Cemitério São João Batista, em Botafogo (zona sul do Rio). Ela morreu na quarta-feira, aos 89 anos, de falência múltipla dos órgãos. Filho adotivo de Lily, João Batista era um dos mais emocionados no velório. O governador do Rio, Sérgio Cabral Filho, e o prefeito da cidade, Eduardo Paes, estiveram no velório. A presidente Dilma Rousseff enviou coroa de flores. "Fica a lembrança de uma mulher elegante não só no aspecto estético, mas em seu estilo", disse Cabral. A escritora Nélida Piñon, os atores Nicette Bruno, Paulo Goulart, Marília Pêra e Arlete Salles também estiveram no velório.

, O Estado de S.Paulo

07 Janeiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.