''Gostei tanto que ela voltou e eu fiquei''

Joe Roberts, músico canadense de rock clássico, estilo anos 1960 e 1970

DIANA DANTAS, O Estado de S.Paulo

26 Dezembro 2010 | 00h00

O músico canadense Joe Roberts veio para São Paulo em 1996, convencido pela mulher paulistana que conhecera no Canadá. Primeiro ficou um mês para sentir como era. Depois, mudou-se de vez. "Gostei tanto que após seis meses ela voltou e eu fiquei", lembra.

Hoje ele se sente à vontade na cidade que escolheu para viver. Casou-se de novo, teve uma filha e formou uma banda própria, a Joe Robert and Friends, que toca pelo Brasil todo. "Penso em levar minha filha para conheceu meu país, mas não penso em voltar para viver lá. Moro e ganho a minha vida aqui, me sinto muito brasileiro."

O número de viagens é tão grande - cinco ou seis por mês - que Roberts decidiu morar no Tatuapé, na zona leste, para ficar mais perto do Aeroporto de Guarulhos. "O trânsito é tanto que não vale a pena morar longe. É uma questão de logística da banda."

Na capital paulista, um dos lugares onde se apresenta cerca de três vezes por ano - como fez na terça-feira - é o Bourbon Street Music Club, em Moema, zona sul.

Adepto do rock clássico, dos anos 1960 e 1970, ele já vendeu mais de 200 canções que compôs - todas em inglês.

"Tenho vontade de escrever em português, mas só se alguém me ajudar", conta. "Ainda escorrego na gramática e alguns tempos verbais eu tenho certeza de que estão errados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.